02/07/09

Equipamentos – Segunda parte

Galera, tudo bom!?

Bom, vou agora mostrar os equipamentos que adquiri, mostrar o meu workstation e falar mais algumas coisas que ainda não pensei mas no decorrer do post eu vou lembrar!

::::: Adaptadores ::::::

Como nova aquisição, adaptadores RCA Fêmea/P10 mono.

Em um dos posts, eu falei sobre conectores. Caso tenha alguma dúvida, procure no arquivo do blog!

Os adaptadores, em geral, servem para mudar o tipo de conector ou plug.

Exemplo
se vc quer ligar seu fone de ouvido comum na mesa de som:
– A mesa de som possui entradas XLR e P10. O fone de ouvido possui plug P2 estéreo (que é ligado em um jack J2).
– Como não existe adaptador J2/XLR macho, então teremos que utilizar o plug J2/P10 estéreo.
– Como a ponta do cabo do fone agora tem um plug P10, é possível ligar na mesa de som (no jack P10 correspondente ao phones out)

PS: É importante ressaltar que tanto o adaptador com plug P2 quanto o com plug P10 possuem versão MONO e ESTÉREO (mono – um canao de som. estéreo – dois canais de som). Os adaptadores RCA são estéreos (vermelho e branco são dois canais de som).

Ao adquirir adaptadores, preste atenção nestes detalhes!!!
Os plugs XLR não possuem adaptadores.

Bom, existem vários tipos de plugs. Os que eu utilizo aqui são:
– RCA fêmea/P10 mono
– J2 estéreo/P10 Estéreo
– J2 mono/P10 mono.
___________________________________

:::: WorkStation :::::

A minha estação de trabalho é composta por uma mesa de som, cabos e microfones (listados no tópico “Equipamentos – Primeira parte”), um notebook CCE info One Black, par de caixas de som da JBL Platinum Series, uma cadeira, um armarinho, uma caixa velha e um monte de porcarias rsrsrs

A diferença entre usar computador e o notebook é simples:

– O computador possui entrada de linha, que por sua vez é estereo (ou seja, entram dois canais de som em uma entrada só)
-O notebook possui somente entrada de microfone, que é mono (entra um canal de som só)
No caso do notebook, não adiantaria na mesa eu fazer efeito estéreo, que a gravação sairia mono.

Quando tentamos gravar um audio com efeito estéreo em uma entrada de canal mono, ao jogarmos o som para o lado direito, o volume do som abaixa. Ao jogarmos o som pro lado esquerdo, o volume aumenta.

Mas é perfeitamente viavel gravar em canal mono. A qualidade vai ser muito boa.

No meu estúdio/quarto, também possuo um cajón. Eu ja postei uma gravação feita com ele aqui no blog!

Não sei a marca! rsrs É muito facil fabricar um destes. No youtube vc acha bastante vídeo, e no fórum do Batera.com.br também tem alguns tutoriais legais.

______________________

Maaaaaaaaaaaaais um post enorrrrrrrrrrrrrrrrme!

Eu não sei, eu acho que eu me empolgo quando estou escrevendo! rsrs
Ou é por que eu fiquei um tempinho sem atualizar..

Bom, eu vou tratar mais sobre gravação em PC e em Notebook mais tarde. Mas antes quero postar uma gravação com a minha bateria, utilizando somente caixa / bumbo / hi-hat.

É isso… por hoje é só!
Em breve venho com mais postagens!
Abraços a todos!

Tags:

Artigos relacionados

Comentários

  1. Fala Jhol, beleza? espero que sim!!

    Esta é uma ténica de efeito estéreo bem interessante para usar com violões.

    A minha tecnica preferida de microfonação é a Mid-Side.

    Este vídeo mostra mais ou menos como ela funciona:

    Um grande abraço e boa sorte nas gravações! Vou seguir seu blog para acompanhar suas postagens!

    Michael Nascimento

  2. legal..
    muito massa.

    eu estou fazendo um blog pra postar musicas que eu faço em casa..
    eu uso um programa chamado FINALE 2006.. nele da pra editar pistas de mais de 100 tipos de instrumentos… mas uso mesmo pra fazer bateria e syntetizadores…. ..
    dai tenho um violao equalizado.. uma mezinha de som 8 canais.. um pedal de efeito, um violao corda de aço, m teclado e um microfone..
    uso o audacity como programa…
    quando eu não tinhaa entrada estereo..
    eu duplicava a pista no aldacity e atrasava por meio segundo um lado.. depois eu jogava uma pra R e outra pra L.. dai voce vai ajustando as distancias ate ficar um efeito estereo.

    http://francimarluthier.blogspot.com/2010/12/escute.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *