18/07/10
Studio One - Primeiros Passos

Review: Studio One PreSonus Parte 3

Bom galera, hoje eu resolvi terminar o review do programa Studio One (por que a minha licença expira amanhã!)

Vou fazer uma síntese de tudo o que pude observar nele nos últimos dias de uso. Depois eu coloco umas fotos pra galera!

Review Studio One Final

Depois de usar bastante e capturar a ideia principal do programa, cheguei a uma conclusão que vou apresentar no fim desse review.

No geral, o programa é fácil, interface limpa, menu intuitivo e de fácil acesso. Quem já meche com programas de áudio não vai ter nenhuma dificuldade com ele.

A configuração do áudio é parecida com a do Pro Tools. Você escolhe a porta que quer utilizar no próprio track de gravação. E se precisar, você pode configurar o áudio através de um link ali também. Muito fácil!

Uma das coisas que me encantou nesse software foram os presets de som. Já não bastasse ele abrir a quantidade de pistas que você quer configuradas, ele abre com os efeitos padrões insertados nas pistas. Exemplo? Um preset “Guitar + Vocal” abre duas pistas, uma nomeada Vocal com um Reverb, um compressor e um equalizador gráfico e outra nomeada “Guitar”, com os mesmos efeitos que o canal anterior, com parâmetros diferentes e um belo afinador digital destacado!

Tela do Studio One

Tela de trabalho do Studio One

A configuração MIDI também é muito legal. Ensinar os parâmetros do controlador MIDI externo no programa é fácil, além de divertida. Basta você clicar no botão onde você vai fazer o link com o controlador externo, mexer o botão no controlador que você quer que controle aquele parâmetro, e pronto!

Detalhe Studio One - Configurar Midi

Como não tenho nenhum controlador conectado, a única opção era o teclado do PC (QWERTY ). Mas é simples assim: clique no parâmetro, mova o knob no controlador, e o programa irá identificar e programar

Para gravar, o programa segue a mesma linha de todos os DAW, sem segredo nenhum (ele se aproxima do Cubase, com o botão de “monitor” do lado do botão de REC).

Eu fiz aqui um resumão do programa. Praticamente tudo o que falei está escrito nos outros reviews.

Porém, vou falar agora do que me fez escolher esse programa pra ser o meu DAW de trabalho:

A Interface de Projeto

Masterizar um projeto nunca foi tão fácil. Terminou a sessão de gravação? Fez a mixagem? Gerou a master mix em alta resolução e definição? Tudo pronto pra masterização final? Ok, vamos abrir o Sound Forge… pera, pera aí. Não!

Crie um projeto de masterização no próprio Studio One!!!

Studio One - Tela de Projeto

A tela de projetos do Studio One – onde são feitos os projetos de masterização

Quando estudei masterização em Produção Musical, fiz em Cubase todo o processo. Tive que colocar plug-in pra visualizar todo os aspectos do áudio. Um analisador de frequência, um analisador de campo estéreo, um medidor de pico e volume médio, etc…

Isso tudo ficava uma bagunça completa na minha área de trabalho humilde, com uma tela só.

No Studio One eu tenho tudo isso já na página do projeto, prontinho pra olhar e analisar. No canto inferior direito existe o botão “Browse” que abre o “explorer” do ST1, e ali estão todos os plug-ins que você vai utilizar na sua master.

No canal “Inserts” e no Masters “Inserts” e “Post” existe um botão que quando pressionado traz diversos presets de plug-ins automáticos para inserir na sua master, economizando tempo pra cacilda, já que vc só vai ter que arrumar os parâmetros ao invés de ficar escolhendo quais plug-ins utilizar. E falo isso caso não goste dos parâmetros que vem nesses presets, por que já vem praticamente tudo pronto. É claro que não vai encaixar perfeitamente no seu projeto, mas nada que poucos cliques de mouse não resolvam.

É isso. Nota que eu dou pra esse programa?

NOTA 11!

Por que? Fácil de usar, fácil de encontrar as coisas, fácil visualização das ferramentas, poderoso, perfeito!

Agora o que vcs leram é a minha opinião. Recomendo 200% esse programa, mas gostaria que vcs fizessem seus próprios testes. Ah, e não se esqueçam de vir aqui contar a experiencia!!!!

Um grande abraço!

Tags:, ,

Artigos relacionados

Comentários

  1. Uso esse programa a mais ou menos 4 anos.um dia quis experimentar o pro tools,é uma puta daw,mas voltei correndo pro Studio one,pela simplicidade dele, nunca travou é super leve. Faz tudo que o pro tools faz, só que, sem complicações,agora depois dessa desilusão com outras daws, decidi, nunca mais largar essa maravilhosa daw.

  2. Amigo, parabéns pelos vídeos e pelo review. Como faço para finalizar uma gravação. Depois de gravar as faixas e adicionar os efeitos, eu faço o que? A minha mulher já está me enchendo o saco que eu fico horas gravando as coisas, mas ela nunca as ouve….kkkk. Gostaria de finalizar essas gravações e salvar depois o arquivo em MP3 para ouvir no carro, etc… Se puder me ajudar, eu agradeço muito. Obrigado!

  3. bom não sei quando foi que vc postou esses artigos, mas são bons d +, comecei a utilizar esse programa que veio com meu fire studio mobile, o aparelho não funcionou, no meu pc win7 64bit professonal( original), então deixe de lado o programa isso a 1 ano e de repente me deu curiosidade e comecei a mexer nele o que aconteceu, fique chateado comigo por não ter feito isso antes. pro tools que nada agora é studio one, simples e poderosa, e to até gravando um grupo de samba no meu home.

    • Fala Lucio! Que bom que você conseguiu usar o programa!

      Ele é muito poderoso. Trabalho com ele há algum tempo… Se precisar de qualquer ajuda, pode mandar pra mim!

      Um grande abraço e obrigado pelo comentário!

      • Bom dia Michael

        Cara estou começando a utilizar o studio one 2, mas ele não reconhece os plugins que tenho no meu pc ( kontakt 5, EZ drumm, etc)
        Voce pode me ajudar?

        • Fala, Geremias!

          Qual versão do Studio One vc está usando? Se for a Artist, ele não reconhece plugins VST de terceiros.

          Grande abraço!

      • Sou musico e trabalho com audio desde 2003 com Nuendo e apos Cubase. Pela primeira vez mudei drasticamente para outra DAW no intuito de utilizar a integração com o Melodyne.
        Senti falta apenas desse comentário. Essa dita integração é a parte revolucionária pra mim, onde cada vez mais se desenvolverá a transformação, quase ja que imediata, de audio em midi com as articulações dos instrumentos virtuais que estão evoluindo de maneira impressionante.
        Abraços!

  4. Daniel, esse programa é um tesão de se mecher!!!

    Não sei pra trabalhos grandes. Mas pra gravar um grupo de pagode em 7 canais aqui foi ridículo de fácil. O Cubase nem sequer eu consegui abrir. Programa leve e fácil de mecher, eu estou encantado e vou com certeza comprar a licensa!

    E tem sim versão de Mac! Mais info é só entrar no site deles http://www.presonus.com

    Abçs!!!

  5. Daniel, esse programa é um tesão de se mecher!!!

    Não sei pra trabalhos grandes. Mas pra gravar um grupo de pagode em 7 canais aqui foi ridículo de fácil. O Cubase nem sequer eu consegui abrir. Programa leve e fácil de mecher, eu estou encantado e vou com certeza comprar a licensa!

    E tem sim versão de Mac! Mais info é só entrar no site deles http://www.presonus.com

    Abçs!!!

    • Como Faço para aumentar a duração (Duration) da gravação, veio configurado para 05:00 min. e qualquer coisa que seja gravada após esse tempo é descartada!

      Valeu!!!

      Elias

      • Fala Elias, tudo certo?

        Quando vc vai criar um novo som (Song), vc tem a opção de escolher se ele vai ser em “Bars”, “Seconds”, etc… Vc seleciona “Seconds” e aí vc tem a opção de escolher quanto tempo seu projeto vai ter.

        Na verdade eu nunca tive problemas com isso. Eu nunca mexi nessa configuração e já gravei mais de 40 minutos de audio contínuo…

        Qualquer coisa é só voltar aqui!

        Abçs!

    • Como Faço para aumentar a duração (Duration) da gravação, veio configurado para 05:00 min. e qualquer coisa que seja gravada após esse tempo é descartada!

      Valeu!!!

      Elias

      • Fala Elias, tudo certo?

        Quando vc vai criar um novo som (Song), vc tem a opção de escolher se ele vai ser em “Bars”, “Seconds”, etc… Vc seleciona “Seconds” e aí vc tem a opção de escolher quanto tempo seu projeto vai ter.

        Na verdade eu nunca tive problemas com isso. Eu nunca mexi nessa configuração e já gravei mais de 40 minutos de audio contínuo…

        Qualquer coisa é só voltar aqui!

        Abçs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *