04/01/11

Você sabe como um Jazz deve soar?

Com certeza não é como o tocado neste vídelo.


Neste caso, a bateria foi microfonada peça a peça, inclusive com um over pra cada prato. Nota-se a secura do som, e os tambores acabam se destacando demais.

O baterista é fora de série, toca muito! Mas infelizmente (na minha opinião) esta gravação está muito prejudicada.

E como eu acho que deveria soar?

Bom. Uma bateria em Jazz tem que ter ambiencia, tem que parecer ter sido tocada num clube. Precisa ter um reverb, precisa ter um equilibrio em todas as peças.

E como chegar nesse resultado?

Acho que com uns 4 microfones condensadores, dois posicionados acima da bateria, para pegar um overall, um na frente para captar o bumbo (mas bem afastado dele) e um atrás para captar o que o batera está ouvindo já traria um resultado bem mais natural.

Tags:,

Artigos relacionados

Comentários

  1. Fala ó grande mestre PIZZA!

    Pois é, mas o grande problema de se usar muitos microfones é que a maioria esmagadora dos que gravam em home studio vão querer mecher (e muito) nos mics pra tentar atingir a sonoridade que as grandes gravações de jazz atingem com 4 ou 5 mics condensers…

    Um grande abraço! É uma honra ter seus comentários em meu blog! rs

    Valew!

  2. Michael,

    Eu concordo com você, como regra geral. Mas, para fazer esse esquema de microfonação do segundo vídeo, tem que se ter os microfones certos. Caso contrário, a chance de se obter esse resultado é quase 0.

    Em todo o caso, o problema do primeiro vídeo foi o tratamento dado ao áudio e não necessariamente o número de microfones. Tem gente que consegue tirar grandes sonoridades, mesmo no jazz, captando o aúdio com mais mics.

    abs! e parabéns pelo blog amigo!

    Pizza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *