25/06/09

Entendendo os Conectores (plugs)

Bom galera, boa noite!

Vou falar hoje o básico (beeeeeeeem básico) sobre cabos e conectores (plugs).

Acredito que muita gente ainda tem dúvidas quanto a cabos, conectores e afins.

O objetivo é fazer vc entender qual o nome de cada tipo de cabo, para que vc não se perca na hora de comprar os seus!

Acreditem: cabos e adaptadores são essenciais, não só para a gravação, mas para qualquer coisa relacionado a áudio.

Antes de mais nada, gostaria de falar que PLUG é o conector e JACK é o “buraco” onde vc enfia o conector! (Eu ia fazer uma analogia aqui, mas menores de idade também visitam o blog! rsrs)

::Tipos de Conectores::

– P2 e P10

Bom, os plugs P2 são os famosos plugs de fone de ouvido e de caixinhas de som de PC. Na foto, é o cabo com ponta preta. A entrada pra esse tipo de plug é chamada de J2 (jack 2)

Os plugs P10 são os plugs de cabo de guitarra. São chamados tambem de 1/4″. O jack pra esse plug é J10. Na foto, é o cabo com o plug todo metálico.

– RCA
O RCA é o cabo que conecta seu videogame, DVD Player e afins na TV. Esse cabo é muito encontrado em trio (vermelho, amarelo e branco), onde o vermelho e o branco são os canais direito e esquerdo (respectivamente) e o amarelo é o cabo de vídeo.

Para aplicação de áudio, usaremos só o RCA de duas pontas (branca e vermelha).

O conector RCA é chamado de conector macho, e o jack é o conector fêmea (agora reflitam o por quê de ser esses nomes…)

– XLR

O cabo XLR é o utilizado para microfones. A mesa de som apresenta as entradas (os jacks) pra esses cabos com Pré-Amplificadores. Significa que o áudio captado nos microfones é pré-amplificado quando entra na mesa. Se eu ligasse um microfone numa entrada sem um pré-amp, o sinal seria fraco e vc ouviria o audio desse microfone muito baixo, mesmo aumentando o volume no máximo.

O conector (lado esquerdo na foto) é macho, o jack (lado direito na foto) é femea!! Muitos desses cabos tem uma ponta com XLR macho e a outra com conector P10.

————————-
————————-

Galera, desculpem os posts enormes! Mas é um mal necessário!

Se vcs não estiverem gostando, por favor comentem! Alias, comentem pra tudo, pra tamanho do tópico, pra conteúdo, pra sugestões… O feedback de vcs é muito importante!

O tópico de hoje se encerra por aqui!

No próximo eu vou postar sobre os adaptadores, e vou tentar colocar no blog um exemplo de som gravado para que a galera acompanhe a evolução da qualidade!

Abraços POVÃO!

Tags:, ,

Artigos relacionados

Comentários

  1. Muito obrigada por esta iniciação claríssima, objectiva , muito esclarecedora, e pelos aprofundamentos complementares igualmente preciosos para quem está a começar a trabalhar com mesas de mistura. Tenho uma Pioneer DJM-250-K e pretendo ligá-la à aparelhagem hi-fi antiga convencional.

  2. Adorei o post! Não entendo nada de cabos e estou precisando usá-los para trabalho agora. Me sentia a mais burra de todas pq não entendo nada disso. Agora você me esclareceu demais! Obrigada!

  3. Muito legal esse post. Beeem básico e por isso mesmo muuuito bom. Estou começando agora não sabia nem o que era P10. (sentiu?) Me ajudou muito! Parabéns!

  4. Cara fiz questão de deixar meu comentário aqui para lhe agradecer pelo esclarecimento. Achei demais a tua descrição informal o que facilitou ainda mais na absorção do conteúdo! Eu nunca soube ao certo se o jack era o cabo ou o “buraco”, hehehe… Valeu!!

  5. amigo estou apanhando muito para conseguir fazer meu som funcionar por causa dos cabos.
    a saída master da minha mesa é P10 ts, vai para o equalizador que a entrada é XLR e tem uma imagem atrás do equalizador que mostra que: no pino 1 é terra o pino 2 é hi e o pino 3 é lo.
    quando vai para o crossover também tem uma imagem atrás que indica: pino 1 terra, pino 2 positivo e pino 3 negativo. dai em diante é que trava!
    eu fiz uma mudança dentro do crossover invertendo todos os negativos com os terra, e funcionou! ai ficou uma especie de ciado tipo de carga (um beeeee bem grave!
    com receio de queimar reenverti tudo e parou novamente!
    por favor me ajude!

    • Fala, Alexandre!

      Por qual motivo você fez essa inversão? Essa pinagem dos cabos indica que a entrada e saída dos equipamentos são balanceadas. Não faça a inversão, se não você pode ter problemas sérios!

      Sua mesa, por ter saída TR (e não TRS), possui uma saída desbalanceada (com 2 vias). Os outros equipamentos tem 3 vias (neutro, positivo – hi, negativo – lo).

      Qualquer dúvida, é só perguntar!

  6. Cara parabéns pela iniciativa, excelente mesmo! Só acho que você poderia colocar as materias em videos no youtube, iria ficar excelente! Outra coisa, faz um curso do cubase ai!rsrs

    • Fala, Ronnie! Muito obrigado pelo comentário! Pra você que prefere vídeos no youtube, e para mais uma galera que também pediu: vocês terão uma grande surpresa em breve!

  7. Pingback: Mesa de som - como funciona, canal da mesa, primeiros passos

  8. Pingback: Interface Behringer - Tudo sobre Interface Behringer - Behringer UCA

  9. Pingback: Mesa de som - como funciona, canal da mesa, primeiros passos | Gravando em Casa

  10. Cara, esse pos foi muito bom. Sobre a analogia…nem precisou!
    Muito explicativo, pq passei uma boa duma vergonha ao compŕara minha primeira guita…
    se eu tivesse lido isso aqui antes!
    Vlw.

  11. ola amigo tenho um contra baixo passivo então eu o liguei naquela saida de linha aquela p10
    so q o som ficow muito baixo então liguei ele no canom ai o som ficow legal o q vc me recomenda tem alguma sugestão diz ai!
    vi na net q tenho q usar o tal do directbox e isso mesmo mas aparentemente o som ficow com!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *